A tecnologia beneficiando você! Internet

Rede mundial que, pela troca virtual de dados e mensagens, une computadores particulares, organizações de pesquisa, institutos de cultura, institutos militares, bibliotecas, corporações de todos os tamanhos; rede mundial de computadores.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Internet é um sistema global de redes de computadores interligadas que utilizam um conjunto próprio de protocolos (Internet Protocol Suite ou TCP/IP) com o propósito de servir progressivamente usuários no mundo inteiro.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Redes Sociais são desvalorizadas pelas empresas

Segundo levantamento da consultoria Maksen, 40% dos empresários consultados em São Paulo e no Rio de Janeiro creem que a presença de suas empresas nas páginas de redes sociais apresenta mais riscos do que benefícios.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

<input>

Definição e Uso

A tag <input> especifica um campo de entrada onde o usuário pode inserir dados.

Os elementos <input> são usados em um elemento <form> para declarar controles de entrada que permitem aos usuários inserir dados.

Um campo de entrada pode variar de várias maneiras, dependendo do atributo de tipo.

Subcategorias

Com HTML você pode criar seu próprio Web site.


TAGS


Metadados

6

TAGs

110

Atributos

77

Scripting


Script

3

noscript

1

Templates

1

Seções


Elementos

13

Agrupamentos

13

Semântica

21

Edições


Elementos

22

Tabulação

10

Formulários

15

Interativos


Elementos

4

jQuery

30

PHP

215

Exemplos


Elementos

54

jQuery

80

PHP

95

<div><p>Este é um parágrafo HTML dentro de uma tag DIV.</p></div>

HTML é a linguagem de marcação (que usa marcadores) - tags padrão usada para construir páginas Web.

HTML (abreviação da expressão inglesa Hyper Text Markup Language, e significa Linguagem de Marcação de Hipertexto) é uma linguagem que utiliza marcadores (do inglês: tags), na construção de páginas na Web. Documentos HTML podem ser interpretados por navegadores. A tecnologia é fruto da junção entre os padrões HyTime e SGML.

  • HTML - padrão para Hyper Text Markup Language
  • HTML - descreve a estrutura de páginas Web usando marcadores
  • HTML - possui elementos que constroem os blocos das páginas HTML
  • HTML - contém elementos que são representados por tags
  • HTML - os marcadores (tags) rotulam pedaços de conteúdos como o "heading" (cabeçalho), "paragraph" (parágrafo), "table" (tabela), e assim por diante.

Os navegadores não exibem as tags HTML, mas usam-nas para renderizar o conteúdo da página

PHP (um acrônimo recursivo para PHP: Hypertext Preprocessor) é uma linguagem de script open source de uso geral, muito utilizada, e especialmente adequada para o desenvolvimento web e que pode ser embutida dentro do HTML.

<!DOCTYPE HTML>
<html>
    <head>
        <title>Exemplo</title>
    </head>
    <body>

        <?php
            echo "Olá, eu sou um script PHP!";
        ?>

    </body>
</html>

Em vez de muitos comandos para mostrar HTML (como acontece com C ou Perl), as páginas PHP contém HTML em código mesclado que faz "alguma coisa" (neste caso, mostra "Olá, eu sou um script PHP!"). O código PHP é delimitado pelas instruções de processamento (tags) de início e fim <?php e ?> que permitem que você pule para dentro e para fora do "modo PHP".

O que distingue o PHP de algo como o Javascript no lado do cliente é que o código é executado no servidor, gerando o HTML que é então enviado para o navegador. O navegador recebe os resultados da execução desse script, mas não sabe qual era o código fonte. Você pode inclusive configurar seu servidor web para processar todos os seus arquivos HTML com o PHP, e então não haverá realmente nenhum modo dos usuários descobrirem se você usa essa linguagem ou não.

A melhor coisa em usar o PHP é que ele é extremamente simples para um iniciante, mas oferece muitos recursos para um programador profissional. Não tenha medo de ler a longa lista de funções do PHP. Pode entrar com tudo, o mais rápido que puder, e comece a escrever scripts simples em poucas horas.

Apesar do desenvolvimento do PHP ser focado nos scripts do lado do servidor, você pode fazer muito mais com ele. Veja sobre isso na seção O que o PHP pode fazer?, ou vá diretamente para tutorial introdutório se você estiver interessado em programação web.